Fale conosco pelo WhatsApp

Combinação entre ritidoplastia e blefaroplastia

A ritidoplastia e blefaroplastia são duas cirurgias plásticas recomendadas para o rejuvenescimento facial
09fev, 2021

A união da ritidoplastia e blefaroplastia permite um resultado mais satisfatório de rejuvenescimento facial, incluindo a região dos olhos no procedimento

A ritidoplastia e blefaroplastia são duas cirurgias plásticas recomendadas para o rejuvenescimento facial, sendo que a combinação entre as técnicas pode entregar resultados ainda mais satisfatórios aos pacientes.

Para decidir por se submeter a uma cirurgia plástica ou pela união entre dois procedimentos, como a ritidoplastia e blefaroplastia, é essencial entender quais insatisfações estéticas eles podem corrigir. Entenda melhor a seguir!

O que é a ritidoplastia e a blefaroplastia?

A ritidoplastia é a cirurgia plástica recomendada para rejuvenescimento da face como um todo, sendo também chamada de lifting facial. O procedimento pode ser focado no terço superior, médio ou inferior.

Essa cirurgia plástica é recomendada para pacientes com mais de 40 anos e que apresentam sinais de envelhecimento que não podem mais ser amenizados por meio de técnicas menos invasivas. Entre as recomendações da ritidoplastia destacam-se:

  • Flacidez facial;
  • Papada;
  • Sulcos faciais;
  • Linhas de expressão marcadas;
  • Perda do contorno facial;

Portanto, as mudanças promovidas pelo lifting facial são profundas e têm como vantagem o foco em um resultado natural e harmônico.

a blefaroplastia consiste na cirurgia plástica das pálpebras, promovendo o rejuvenescimento do olhar e com foco específico nas demandas que envolvem essa região essencial à jovialidade da face.

A blefaroplastia é recomendada para melhorar o aspecto das pálpebras superiores e inferiores, eliminando bolsas de gordura, excesso de pele, ptose, rugas e flacidez, o que garante o rejuvenescendo em torno dos olhos.

Quando é possível combinar ambos os procedimentos?

A associação de duas cirurgias plásticas como a ritidoplastia e blefaroplastia deve ser avaliada por um cirurgião plástico experiente e de confiança. O especialista fará uma análise do caso, ponderando as insatisfações do paciente, as expectativas com a cirurgia e seu quadro de saúde.

A realização de duas técnicas em uma única cirurgia é avaliada minuciosamente pelo médico, que deve considerar posição durante o procedimento, sangramento, tempo de anestesia e compatibilidade do pós-operatório. Caso todos os fatores sejam favoráveis à união dos procedimentos, o especialista fará as indicações do pré-operatório já pensando em uma intervenção que combina ritidoplastia e blefaroplastia.

Como os procedimentos são realizados?

A cirurgia combinada pode ser feita com anestesia geral ou local com sedação, o que pode permitir que a alta hospitalar ocorra no mesmo dia. A duração apenas da ritidoplastia é de cerca de 3 horas, e a realização em conjunto com a blefaroplastia certamente amplia esse tempo.

Para realização de uma ritidoplastia tradicional, o especialista faz uma incisão seguindo a linha do couro cabeludo até atrás das orelhas, de forma que ele terá ampla visão das estruturas faciais e a cicatriz será discreta, por estar disfarçada nas linhas naturais da face.

Com isso, o cirurgião plástico faz a remoção do excesso de pele e gordura, reposicionando as estruturas para entregar um resultado mais natural e harmônico. Durante a cirurgia ele fará ainda incisão nas linhas naturais da pálpebra para remoção do excesso de pele e depósitos de gordura, viabilizando o rejuvenescimento do olhar.

Em casos de ptose palpebral, que consiste na queda da pálpebra por causas musculares, durante a blefaroplastia o especialista fará a correção da musculatura orbicular, suavizando essa característica.

Após a finalização da técnica, é realizado o fechamento das incisões e colocação de uma bandagem para proteção do local operado.

A alta hospitalar pode ocorrer no mesmo dia, mas é essencial que o paciente siga corretamente as recomendações pós-operatórias para evitar complicações e ter uma recuperação mais satisfatória e rápida.

A combinação da ritidoplastia e blefaroplastia apresenta diversas vantagens, tais como:

  • Recuperação rápida e cicatrização discreta;
  • Baixos riscos de complicações de saúde;
  • Rejuvenescimento facial;
  • Resultados naturais e harmônicos;
  • Amenização de sinais desagradáveis ao paciente.

Lembre-se que, com a união de técnicas, a cirurgia de ritidoplastia e blefaroplastia torna-se mais complexa, sendo essencial que o procedimento seja realizado por um cirurgião plástico experiente e qualificado, garantindo assim a segurança do paciente e a qualidade dos resultados. Para saber mais, entre em contato e agende uma consulta com o Dr. João Biló.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;

Dr. João Biló..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *