Fale conosco pelo WhatsApp

Mastopexia

Os seios da mulher sofrem muitas alterações ao longo dos anos, perdendo a elasticidade e sua forma jovem, passando a apresentar uma aparência mais flácida e caída. A mastopexia é o procedimento cirúrgico que visa justamente reverter esse processo natural de envelhecimento, reposicionando e remodelando as mamas para que fiquem com aparência mais firme de maneira simétrica.

Popularmente chamado de “lifting de mamas”, a mastopexia pode ser realizada em conjunto com a aplicação de uma prótese de silicone, dependendo do desejo da paciente e da quantidade de tecido mamário a ser preenchido.

Nos casos em que não é necessário o uso do implante de silicone, é feita apenas a retirada do excesso de pele e reposicionamento do tecido para dar um contorno mais harmonioso as mamas.

O que leva ao caimento dos seios?

Diversos fatores influenciam nas mudanças que levam ao caimento das mamas, sendo que a maioria deles está associada às diferentes fases da vida feminina e faz parte do processo natural de envelhecimento. É esperado, portanto, que praticamente todas as mulheres apresentem esta alteração em algum momento — o que não impede que elas se sintam desconfortáveis com a situação.

Os principais causadores da flacidez das mamas são:

  • Envelhecimento: a pele do corpo inteiro perde elasticidade com o passar dos anos, o que compromete a sustentação das mamas;
  • Gestação e amamentação: durante a gravidez, os seios ficam maiores e exigem que a pele fique mais esticada. Após o nascimento do bebê, as mamas voltam gradualmente ao tamanho original, e a pele que foi esticada fica flácida;
  • Gravidade: os ligamentos suspensórios que dão sustentação aos seios enfraquecem por conta da gravidade, fazendo com que as mamas fiquem mais caídas;
  • Efeito sanfona: variações de peso fazem com que os seios aumentem e diminuam, levando à flacidez da pele;
  • Alterações hormonais: o uso de pílulas anticoncepcionais e a chegada da menopausa podem modificar a aparência das mamas, fazendo-as se inclinar para baixo.

Quando a mastopexia é indicada?

A mastopexia é indicada justamente para essas mulheres que têm a autoestima prejudicada pela flacidez das mamas e desejam elevar os seios à posição original para, assim, recuperar seu bem-estar e segurança em relação à aparência.

Para que a cirurgia seja viável, entretanto, é preciso que a paciente esteja fisicamente saudável e com um peso estável. A cirurgia de lifting de mamas é indicada para situações em que:

  • Os seios apresentam forma alongada ou estão pendentes;
  • Os mamilos e aréolas apontam para baixo;
  • As mamas apresentam pele flácida e aréolas alargadas;
  • Uma das mamas é mais baixa que a outra;
  • Os seios perderam a forma e/ou volume.

Como a mastopexia é feita?

A cirurgia de lifting de mamas dura entre 2 a 4 horas, e é feita com anestesia local com sedação, geral ou peridural. Para a realização do procedimento, é realizada uma incisão que segue os contornos naturais do seio e tem formato definido pela quantidade de pele que será retirada e características da mama.

Como foi dito, a mastopexia pode ser feita com ou sem a aplicação de prótese de silicone. O primeiro caso é indicado para pacientes que apresentam muita flacidez e o seio precisa ser preenchido com silicone para que volte a apresentar firmeza e sustentação.

Em ambos os casos é feito o reposicionamento do mamilo e retirada do excesso de pele. Pode ser necessário tirar gorduras e glândulas para dar um melhor formato à mama.

Preparativos para a cirurgia

Assim como qualquer outro tipo de cirurgia, seja ela estética ou reparadora, a realização do lifting de mamas exige que sejam feitos exames como um hemograma completo e avaliação da coagulação sanguínea. Além deles, normalmente é recomendado que a estrutura da mama seja analisada por meio de ultrassom e mamografia, de modo a identificar possíveis alterações como cistos ou nódulos.

Os exames de imagem são importantes não apenas para que a mastopexia seja realizada de maneira segura, mas para que o acompanhamento pós-cirúrgico seja mais efetivo. Isso porque, ter um registro do estado das mamas antes da cirurgia permite saber se determinado nódulo apareceu antes ou depois da operação, bem como verificar se a cicatrização interna não está dificultando a detecção de futuros tumores.

Com os exames em mãos, é preciso se consultar com um anestesiologista que irá avaliar as condições da paciente e indicar o melhor método para o procedimento. Também podem ser necessários cuidados prévios como:

  • Parar de fumar algumas semanas antes da cirurgia;
  • Fazer jejum de acordo com indicação médica;
  • Interromper o uso de medicamentos que podem prejudicar a cicatrização;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas nos dias que antecedem o procedimento;
  • Não utilizar cremes e/ou cosméticos na região que será operada.

Cuidados pós-cirúrgicos

Logo após o procedimento já é possível notar as diferenças no tamanho e formato dos seios, embora elas ainda não sejam definitivas, já que a região certamente apresentará inchaço. Seguir as recomendações médicas é essencial para o sucesso da mastopexia, especialmente no que diz respeito ao uso de força e movimentação durante o período de cicatrização das incisões.

Nas primeiras semanas após o lifting de mamas, é preciso tomar bastante cuidado com a movimentação dos braços — que influencia diretamente na movimentação da musculatura das mamas. Esforços bruscos também devem ser evitados nos primeiros dias, assim como o tabagismo e a exposição solar. Também é necessário tomar cuidado para não se deitar de bruços ou de lado nos primeiros dias.

O uso de um sutiã cirúrgico é necessário durante o primeiro mês, de modo a facilitar a sustentação, a redução do inchaço e a remodelação da mama. O acessório deve ser utilizado continuamente, sendo retirado apenas na hora do banho. Após os 30 primeiros dias, ele pode ser substituído por um sutiã normal, sem arame de sustentação.

Resultado da mastopexia

A aparência final do lifting mamário aparecerá ao longo dos meses, à medida que as incisões forem cicatrizando e os seios se adequarem ao novo formato. As cicatrizes do procedimento são permanentes, mas se tornam menos perceptíveis com o tempo. Com o tempo, pode acontecer de as mamas mudarem novamente por conta do envelhecimento, mas um estilo de vida saudável e o controle do peso corporal ajudam a manter os resultados.

A mastopexia é um procedimento que traz excelentes resultados, contribuindo para a recuperação da autoestima e autoconfiança das mulheres. Consulte um cirurgião plástico de confiança para entender as possibilidades que esta operação oferece.