Fale conosco pelo WhatsApp

Cuidados antes e depois do lifting facial

Rosto de jovem depois do lifting facial
17jul, 2020

O lifting facial é um procedimento cirúrgico que ameniza os sinais de envelhecimento no rosto e pescoço, atenuando marcas de expressão, rugas e vincos na pele. Para chegar no resultado esperado, no entanto, é preciso que o paciente esteja a par de todas as etapas envolvidas no processo. Um bom exemplo disso é o cuidado necessário antes e depois do lifting facial.

Cada etapa para realização da ritidoplastia — como o procedimento também é conhecido — deve ser feita com atenção para obter o melhor resultado possível. Apesar de o cirurgião plástico auxiliar durante todo o processo, os cuidados antes e depois do lifting facial são majoritariamente uma responsabilidade do paciente. Por isso, é importante ter em mente o que deve ser feito no período pré e pós-operatório para que o procedimento seja concluído de maneira segura.

O que deve ser feito antes e depois do lifting facial?

Antes de mais nada, é fundamental que o paciente tenha a indicação cirúrgica para a ritidoplastia antes de cogitar a realização do procedimento. Geralmente, o lifting facial é indicado para homens e mulheres acima dos 45 anos que tenham sinais visíveis de envelhecimento facial, tais como flacidez, perda de tônus muscular, vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores e gordura em excesso na região do queixo e da mandíbula.

Os cuidados antes da ritidoplastia têm por objetivo avaliar a saúde do paciente, analisando se o indivíduo possui alguma condição que resulte em complicações no decorrer da cirurgia. Por ser um procedimento que requer uma incisão (corte) extensa — acompanhando a linha do couro cabeludo do paciente —, o médico deve saber se o paciente possui algum problema de coagulação, por exemplo, para descobrir o que pode ser feito para a segurança do indivíduo.

Em alguns casos, dependendo do estado de saúde do paciente, o procedimento pode ser contraindicado. Para descobrir se o lifting facial é recomendado para você, é essencial se consultar com um cirurgião plástico de qualidade e com experiência.

Durante a consulta inicial, o cirurgião plástico esclarece o que deve ser feito antes e depois do lifting facial de acordo com as especificidades do caso. No geral, os cuidados pré-operatórios são divididos em duas etapas. Na primeira, o paciente realiza uma série de análises laboratoriais que mostram para o cirurgião plástico qual é seu quadro de saúde — como os exames cardiológicos e de sangue, por exemplo.

Na segunda etapa, o indivíduo deve seguir algumas recomendações quanto à sua saúde e cuidados pessoais para evitar possíveis complicações. Os principais cuidados pré-operatórios do lifting facial são:

  • Suspender o tabagismo;
  • Não tomar medicamentos anticoagulantes;
  • Não usar produtos para o cabelo no dia da cirurgia;
  • Não usar cremes faciais na véspera do procedimento;
  • Fazer jejum alimentar pelo período indicado pelo médico;
  • Não utilizar maquiagens no dia que antecede o lifting facial;
  • Suspender o uso de medicamentos naturais e anti-inflamatórios.

A ritidoplastia é uma cirurgia que leva cerca de 4 a 6 horas para ser concluída, dependendo da complexidade do caso. Depois da alta hospitalar, a região operada estará sensível e precisa de alguns cuidados especiais por parte do paciente para auxiliar o organismo durante a recuperação. Para completar os cuidados antes e depois do lifting facial, o paciente deverá fazer o seguinte após a operação:

  • Evitar exposição solar durante 30 dias;
  • Suspender a atividade física durante um mês;
  • Comparecer às consultas de acompanhamento;
  • Tomar somente os remédios prescritos pelo médico;
  • Não utilizar cosméticos faciais nos primeiros 15 dias;
  • Usar máscara facial para lifting facial por três semanas;
  • Não encostar a lateral do rosto no travesseiro durante 3 dias;
  • Dormir com a cabeceira da cama elevada nas primeiras 72 horas;
  • Utilizar compressas geladas para aliviar o inchaço e roxidão na face;
  • Fazer a higienização das suturas e os curativos de acordo com a orientação médica;
  • Manter uma alimentação equilibrada, evitando alimentos com alta incidência de gordura;
  • Realizar drenagem linfática com um profissional especializado em recuperações cirúrgicas.

Ao respeitar as medidas necessárias antes e depois do lifting facial, é possível alcançar um resultado satisfatório, com pele rejuvenescida e mais autoestima e bem-estar. Caso queira saber mais sobre a cirurgia de rejuvenescimento facial, entre em contato e agende uma consulta com o Dr. João Biló.



Fontes:

Clínica de Cirurgia Plástica Dr. João Pedro Biló;

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Cirurgião plástico formado pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP e com especialização em Microcirurgia e Cirurgia Reparadora pela mesma instituição. Também, Médico Colaborador do Setor de Microcirurgia e Reconstrução de Membros Inferiores da Disciplina de Cirurgia Plástica da Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina (UNIFESP / EPM).